jump to navigation

Curioso é o ser humano… agosto 9, 2006

Posted by Felipe "Dero" in Music Moment, You and Me.
trackback

…desde suas manias através de seus traumas ou por suas faces, cada ser humano tem pelo menos duas faces de comportamentos entre outros. Quando usadas para o mal pode até chamar-se de ‘falsidade’ ou ‘duas-caras’ (relembrando o histórico vilão dos quadrinho do Batman) mas pode ser usado para auto-proteção ou auxilio ao próximo.
Curioso mesmo é a forma como uma ser monta um cenário e carrega esse cenário por meses e meses, passando-se por insignificante, mas era tudo apenas uma *Self-Protection*, assim que descoberta tal ‘farsa’ (farsa é forte de mais, digamos papel) tudo se encaixa, a insignificância mantém as aparências mas já pode trabalhar com mais tranquilidade o seu Eu próprio.
Certa vez ouvi que isso pode significar um ser superior, superior eu acho forte de mais para quando a pessoa apenas guarda o verdadeiro eu para si próprio, evitando que se machuque entre outros, mas existe chances dela realmente ser superior mediante o outro, mas tudo depende de quem é o outro, independente de uma mascara, se o outro for realmente superior racionalmente e emocionalmente as consequências são que tenha-se um acréscimo de entretenimento durante a conversa e por ai vai.
Diante dessa curiosidade, eu achei curiosa a letra dessa música:


Stone Sour – Through Glass

Eu estou olhando pra você pelo Binóculo
Não sei quanto tempo tem passado
Oh Deus, acho que é pra sempre
Mas ninguém te diz que é pra sempre
Sinto vontade de voltar, sozinho dentro da sua cabeça

Como você se sente? Essa é a questão
Mas eu esqueci… você não espera uma resposta fácil
Quando algo como uma alma se transforma
Iniciado e dobrado como uma dobradura e pequenos bilhetes
Você não pode esperar por pessoas amargas
e enquanto seu exterior olhar pra dentro
descrevendo o que vê
Lembre-se que seu olhar fixo sou eu

Porque eu estou olhando pra você pelo Binóculo
Não sei quanto tempo tem passado
Tudo que eu sei, é que sinto que é pra sempre
Mas ninguém te diz que é pra sempre
Sinto vontade de voltar, sozinho dentro da sua cabeça

O quanto é real? Tanto à perguntar
E jamais ousa arrumar os manequins
Contaminando tudo
Quando o pensamento veio do coração
Nunca funcionou do começo
Apenas ouça os ruídos
(Não mais vozes tristes)
Antes de dizer a si mesmo
É apenas um cenário diferente
Lembre-se que é tão diferente do que você tem visto

Eu estou olhando pra você pelo Binóculo
Não sei quanto tempo tem passado
Tudo que eu sei é que sinto que é pra sempre
Mas ninguém te diz que é pra sempre
Sinto vontade de voltar, sozinho dentro da sua cabeça

E são as estrelas
As estrelas
Elas brilham por você
E são as estrelas
As estrelas
Que mentem pra você… yeah-ah

Eu estou olhando pra você pelo Binóculo
Não sei quanto tempo tem passado
Oh Deus, acho que é pra sempre
Mas ninguém te diz que é pra sempre
Sinto vontade de voltar, sozinho dentro da sua cabeça

Porque eu estou olhando pra você pelo Binóculo
Não sei quanto tempo tem passado
Oh Deus, acho que é pra sempre
Mas ninguém te diz que é pra sempre
Sinto vontade de voltar, sozinho dentro da sua cabeça

E são as estrelas
As estrelas
Elas brilham por você
E são as estrelas
As estrelas
Que mentem pra você… yeah-ah

E são as estrelas
As estrelas
Elas brilham por você
E são as estrelas
As estrelas
Que mentem pra você… yeah-ah

Ohhhoh as estrelas
Ohhh oh as estrelas que mentem

Eu destaquei alguns trechos da música que são as palavras de impacto que me faz relaciona-las a este post. E entre elas temos uma junção, “Seu olhar fixo sou eu, por pessoas amargas mas seu exterior só olha pra dentro“.

Curioso é a forma que as quando você só olha para a pessoa, e já lhe destinge, mas não olha para dentro, ver a verdadeira pessoa.
De vez em quando, tentar enxergar a verdadeira pessoa não custa nada e vale a pena tentar.

Comentários»

1. Dreko - agosto 9, 2006

Já como diria na música do Metallica, o que somos, o que fazemos e o que sentimos jamais vai ser percebido ou até mesmo respeitado pelos outros. E o mesmo vai acontecer a nós para os outros, jamais vamos respeitá-los ou conhecê-los da forma que a pessoa deseja.
Todos usam máscaras e, muitas vezes, isso não significa algo ruim. Nossa personalidade é uma máscara moldada na nossa juventude, na nossa vivência e nas nossas experiências.
No filme “V for Vendetta” diz isso (recomendo, mto bom por sinal)… usamos máscaras a tanto tempo que esquecemos o que tem por baixo delas…
Se as pessoas nos respeitam ou gostam de nós do jeito que somos (mesmo que isso seja uma “máscara” que você vestiu a muito tempo), isso não deixa de ser um traço de nossa personalidade que se aflora para aquela pessoa.
O que nos torna feliz é o que devemos ser.
Até a “fera” foi amado pela “bela”. Cada um tem aquilo que outra pessoa procura. Amizade e carinho independe de sexo, religião, gostos, conhecimentos… somos o que somos e se precisamos fingir que somos alguém diferente para tal pessoa, isso significa que ou você ou ela não merece tal amizade.

2. Jin - agosto 10, 2006

Felipe, você conseguiu escrever algo mais confuso ainda do que nos outros posts. O espaço é seu e nele você manda, não ha nada de errado em escrever coisas para si, mas para sua informação, esse texto está incompreensível por si só. Há de se decifrar as palavras para entender seus devidos significados perante o contexto. Quanto à ortografia, acho melhor nem me dar o trabalho, irei apenas citar trechos como “como uma ser” e “dessa curiosidade, eu achei curiosa”. E Dré, o que você está fazendo aqui? De qualquer forma, eu não poderia ter dito melhor. Over, and – fucking – out. Jin. 10/08/06


Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: